Processo seletivo para vaga no Consulado de Toronto

Foi aberto processo seletivo para a contratação de Auxiliar Administrativo para o Consulado-Geral do Brasil em Toronto.

O processo seletivo destina-se a permitir o preenchimento de uma vaga de Auxiliar Administrativo existente no Consulado-Geral do Brasil em Toronto, em regime de dedicação exclusiva, com carga horária de 40 horas semanais. O Auxiliar Administrativo desempenhará atividades de natureza administrativa nas diferentes áreas de atuação do Consulado, podendo ser, mas não restritivamente ligadas ao atendimento ao público, ao processamento de documentos de natureza consular e ao secretariado.

O prazo para inscrições será do dia 26 de abril ao dia 10 de maio de 2017, mediante envio de Curriculum Vitae e dos documentos listados no edital. Confira o edital clicando neste link (arquivo em PDF): http://bit.ly/2pEaDKU

Tags: , , , , , , , , , , ,

3 Responses to “Processo seletivo para vaga no Consulado de Toronto”

  1. Malu Campos
    April 20, 2017 at 8:47 am #

    Ha uns anos atrás, eu participei da seleção no Consulado Geral do Brasil
    Em Toronto. Eu passei em todas as entrevistas, fiquei entre tres candidatos.
    Consegui passar para a fase final. Fui aprovada. Mas a vaga me foi negada, porquê? A resposta foi porque eu era overqualified para o cargo. Mas na verdade o que eles não disseram, por obvious reasons, é que sou negra, uma negra bonita, educada e que já foi funcionária pública no Brasil. Sou brasileira e sei o quanto o Brasil é racista, eu nunca vi um negro trabalhando no consulado em Toronto.O racismo existe neste consulado.
    Malu Salles

    • Christian Pedersen
      April 20, 2017 at 6:40 pm #

      Obrigado por postar comentário e expressar sua opinião, Malu.

    • Simone
      April 20, 2017 at 8:45 pm #

      Nao acredito que foi por cor da pele, mas acredito que por falta de bom padrinho, se pesquisar quem ficou com a vaga provavelmente vai descobrir que a pessoa ja tinha a vaga antes da selecao toda, fizeram selecao “pra ingles ver”.