“Aquarius” chega a América do Norte

por Christian Pedersen

Assim como em “O Som ao Redor”, seu filme anterior (e também seu primeiro longa), o roteirista e diretor Kleber Mendonça Filho, divide “Aquarius” em três partes de durações desiguais, identificadas através de legendas. Desde a estreia no Festival de Cannes, em maio, o filme teve boa crítica e teve seu lançamento na América do Norte em setembro deste ano, no TIFF – Toronto International Film Festival. Aliás, o filme já foi lançado em mais de 60 países.

Clara (Sônia Braga), uma viúva de 65 anos de idade e crítica de música aposentada, é a última residente do Aquarius, um dos poucos edifícios antigos situados à beira-mar que resistem ao rápido desenvolvimento imobiliário de Boa Viagem, bairro do Recife.

Agora que os outros apartamentos foram esvaziados por uma construtora com planos ambiciosos para um novo condomínio no local, as pressões para seguir em frente cercam Clara por todos os lados, mas ela se comprometeu a deixar o apartamento apenas após sua morte, e irá se envolver em uma guerra fria com a empresa para manter uma residência que tem sido uma testemunha silenciosa por toda a sua vida.

O confronto resultante é misterioso, assustador e estressante, tornando as rotinas mais comuns de Clara em tensões como as de um thriller. No entanto, a paixão pelas pessoas próximas a ela, pela música, por suas memórias de amores passados e a fome para as paixões futuras, tornam o filme um tremendo caleidoscópio dos prazeres da vida e nossas razões para defendê-los. 

“Aquarius” é um estudo rigoroso do classismo, nepotismo e a falta de responsabilidade corporativa, mas é também sobre o significado de lugares e coisas: a história e memórias contidas em um apartamento, uma peça de mobiliário, ou um LP comprado anos atrás, em uma loja de discos usados.

Mendonça Filho criou um drama de suspense sobre a nossa relação com o mundo físico. Ao fazer isso, ele deu a Sonia Braga um dos melhores papéis de sua carreira.

Confira entrevista do diretor para a Brazilian Wave.

Tags: , , , , ,

Comments are closed.