Cinema brasileiro de luto

HectorMorreu na noite desta quarta (13), aos 70 anos, o cineasta Hector Babenco. Ele sofreu uma parada cardíaca, por volta das 23h, e foi levado ao Hospital Sírio Libanês. A informação foi confirmada por sua ex-mulher, Raquel Arnaud e pelo produtor de seus filmes, Marcelo Torres.

Argentino radicado no Brasil, Babenco foi um dos mais importantes cineastas do país. Realizou “O Beijo da Mulher-Aranha” (1985), filme que lhe rendeu uma indicação ao Oscar de melhor diretor e o prêmio de melhor ator a William Hurt. Também rodou longas aclamados como “”Pixote: A Lei do mais Fraco” (1982), sobre um garoto pobre paulistano que se afeiçoa a uma prostituta vivida por Marília Pêra.

Tags: , , , , , , , , , , , , ,

Comments are closed.