Canadá facilita entrada via aérea de brasileiros

Os turistas que pretendem emitir a Autorização Eletrônica de Viagem (eTA) terão acesso ao serviço de forma online e rápida.

Por Samara Reis

Welcome to Canada - Green Billboard on the Rising Sun Background.

O Canadá tem se destacado no cenário turístico mundial e é um dos destinos preferidos dos intercambistas brasileiros. A boa notícia, para quem já visitou o país e pretende voltar ou aos que fazem planos de conhecer o Canadá, é que o governo canadense irá facilitar a entrada de brasileiros via aérea a partir do dia 15 de março de 2016.

Essa medida faz parte do Plano Econômico de Ação 2015 (Economic Action Plan 2015), uma iniciativa que abrange outros países como Bulgária, México e Romênia.

Os visitantes brasileiros, romenos, mexicanos e búlgaros precisarão ter um visto canadense nos últimos dez anos ou possuir um visto de turismo americano válido. Ao invés de visto, os turistas desses países terão que emitir uma Autorização Eletrônica de Viagem online (eTA – Eletronic Travel Authorization). O processo será simples, rápido e de baixo custo. A autorização  ou o visto no passaporte deverão ser apresentados no aeroporto no momento de embarque para o Canadá.

Como fazer

A consultora em Lei de Imigração Canadense, licenciada pelo ICCRC, pela ordem dos advogados do Canadá e pela OAB do Rio de Janeiro, Lina Melo, explica que os visitantes que pretendem emitir a Autorização Eletrônica de Viagem (eTA) terão acesso ao serviço de forma online e ágil. “A aplicação é feita por meio do website do departamento de Imigração do Canadá (http://www.cic.gc.ca/english/visit/eta-start.asp). O custo é de apenas $7 dólares canadenses e o pedido poderá ser efetuado em minutos.

Basta ter seu passaporte válido, cartão de crédito para pagamento e endereço de email. Vale ressaltar que uma vez aprovado, o eTA tem validade de 5 anos, ou então, até a validade do passaporte”, esclarece Lina Melo.

A consultora lembra ainda que as pessoas que fizerem o eTA também passarão por um processo de pré-seleção, o prazo máximo de resposta é de 72 horas. “O Governo Canadense irá averiguar as informações prestadas e avaliar a sua possibilidade de obter ou não o eTA.

O sistema investigativo do Governo Canadense e dos Estados Unidos estão trabalhando juntos no sentido de evitar a entrada de pessoas indesejáveis”, afirma a advogada.

Feliz com a novidade

O acadêmico de engenharia, Ademiro Batista, visitou pontos turísticos do Canadá em 2014.

O acadêmico de engenharia, Ademiro Batista, visitou pontos turísticos do Canadá em 2014.

Quem comemora a novidade é o brasileiro, acadêmico de engenharia, Ademiro Batista. Ele estudou cinco meses de inglês no ano passado no Canadá, e pretende visitar a província de Alberta em 2017 com o namorado.

Após o intercâmbio, o acadêmico conseguiu um estágio em uma multinacional. “Com essa ajuda do Governo canadense, mais brasileiros poderão ter uma vivência no exterior e voltar mais preparados para o mercado de trabalho”, comenta Batista.

Para os brasilieros que irão visitar o país pela primeira vez no ano de 2016, seja a turismo ou a negócios, haverá a necessidade da aplicação convencional junto ao Consulado Canadense. Assim, como também os turistas que pretendem entrar por terra ou água. O Canadá pretende aumentar o fluxo de turistas com a nova medida e reforçar as relações políticas entre os países.

Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

Comments are closed.