SporTV Repórter Especial carimba passaporte na Coreia do Norte

por Assessoria de Imprensa – PFC

Coreia do Norte

O “SporTV Repórter Especial” desta semana cruzou a fronteira mais fechada do planeta, na Coreia do Norte, para mostrar que o país encontrou no esporte uma forma de se abrir para o mundo. O repórter Tiago Maranhão foi a Pyongyang e apresenta a cultura de um país marcado pelo militarismo, mas que pretende mudar sua imagem no cenário internacional.
Andrea Lee, guia que acompanhou a equipe do programa, contou ao repórter as mudanças culturais que pôde observar nos últimos anos. “Acho que as pessoas estão mais acostumadas a ver estrangeiros, estão mais amistosas e abertas a eles”, avalia Andrea.
O repórter também conversou com o embaixador brasileiro na Coreia do Norte, Roberto Colin, sobre o interesse do Ministério do Esporte norte-coreano em enviar jovens atletas ao Brasil para se profissionalizarem no futebol. Segundo o embaixador, o novo líder norte-coreano Kim Jong-Il é uma figura jovem e dinâmica que está mudando a imagem da Coreia do Norte pelo mundo. “É muito importante, além de projetar outra imagem do país, usar o esporte como uma janela para interagir com o mundo”, concluiu Colin.
A primeira janela já foi aberta: lutadores de várias partes do mundo encontraram-se na Coreia do Norte para o festival de luta Pro Wrestling, promovido por um político japonês. O programa vai mostrar que, além das competições, o evento é marcado por muita interação entre norte-coreanos e estrangeiros.
O canal PFC exibe a primeira parte do episódio especial “Coreia do Norte, a última fronteira do esporte” neste sábado, 21 de fevereiro, às 10 da manhã, com reprise na segunda-feira às 23h e terça-feira às 8h30 (horários de Brasília).

Tags: ,

Comments are closed.