Jogadores Brasileiros são as apostas do Toronto Raptors

Por Marcela Bianchi

O Toronto Raptors é hoje o único time da NBA situado no Canadá. A equipe juntou-se à famosa e mais importante liga de basquete durante a temporada 1995/96 e apesar de já ter disputado algumas playoffs, jamais ganhou um título.
Para a temporada 2014/15 dois brasileiros foram contratados na esperança de mudar esse panorama. São eles: Lucas Nogueira, também conhecido como Bebê e o jovem ala revelação do basquete brasileiro, Bruno Caboclo.
Lucas “Bebê”, de 22 anos, se destacou durante a Liga de Verão que aconteceu em Las Vegas esse ano e agradou a comissão técnica dos Raptors, que decidiu mantê-lo no time profissional para a temporada 2014/2015. Mais experiente dentro do cenário internacional, Bebê foi selecionado pelo Boston Celtic no Draft da temporada 2012/13, mas não conseguiu se firmar, sendo então repassado ao Dallas Mavericks que em seguida o negociou para o Atlanta Hawks. Em 2013, decidiu tentar uma temporada na Liga Espanhola, onde foi eleito o “melhor defensor” e segunda maior revelação da Liga Espanhola de Basquete.
Agora no Raptors, Bebê não acredita que terá problemas em se adaptar em uma cidade diferente e com invernos rigorosos já que mora fora do Brasil desde os 15 anos idade. E em relação ao seu futuro nos Raptors, Bebê considera o time competitivo, jovem mas com muita bagagem. “Com certeza a competitividade será alta, mas me sinto preparado para brigar por uma vaga e poder ajudar no que puder para que o time brigue sempre pelas primeiras posições”, disse o jogador em entrevista concedida ao jornalista Jorge Neves.
A segunda novidade na lista para a temporada 2014 dos Raptors é Bruno Caboclo. Aos 18 anos, o ala surpreendeu favoritos e foi o 20º escolhido no Draft 2014, realizado em Nova York, tornando-se então o sétimo brasileiro a ser selecionado ainda na primeira rodada o Draft da NBA.
Paulista de Osasco, o jovem que iniciou carreira ainda menino na base do Barueri, foi campeão estadual sub-19 e sub-22 e destacou-se no Basquete Sem Fronteiras, evento organizado pela NBA, na Argentina, no ano passado, além de ter sido escolhido como MVP (jogador mais valioso) da clínica da NBA Basketball Without Borders também realizado na Argentina.
No Raptors, Bruno Caboclo não é um projeto para agora, mas sim para o futuro. Apesar de estar se adaptando rápido, sabe que ainda é um jogador em desenvolvimento. “Estou bem mais solto, entendendo melhor o que eles falam e as jogadas.Vou treinar bastante e lutar muito para me tornar um jogador melhor no futuro”, contou o jogador em entrevista concedida ao jornalista Jorge Neves. Caboclo tem três anos de contrato garantido, nos valores de US$1,215,300, US$1,270,000 e US$1,324,700 mas ainda é incerto se os canadenses irão utilizá-lo de cara ou esperarão um pouco mais para lançá-lo.
Bebê e Bruno juntam-se a grandes nomes do basquete nacional como Anderson Varejão, Leandrinho, Nenê, Vitor Faverani e Tiago Splitter aumentando de 5 para 7 o número de brasileiros que disputam a liga de basquete mais importante do mundo.

Tags: , , ,

Comments are closed.