O MUNDO A SEUS PÉS

Por Carlos Augusto Rodrigues
O governo brasileiro estima receber 500 mil turistas para a Copa de 2014, movimentando dezenas de milhões de reais. Enquanto isso, no restante do planeta, mais de 700 milhões de televisores transmitirão o espetáculo. Sem dúvidas, o futebol é o esporte mais popular do mundo, mas quando foi que isto começou?
ORIGEM DO FUTEBOL
Várias histórias sobre a prática de uma atividade com pé visando o controle de uma esfera remontam à milenar China, Japão, Grécia, América Central, Roma Antiga, França e Itália. Mas foi no Reino Unido que o futebol praticado hoje foi oficialmente inaugurado em 1848, surgindo a primeira uniformização das regras do esporte. Na primeira metade do século XIX, as tradicionais escolas inglesas frequentadas pela elite, aristocrática e burguesa, passaram a valorizar as disputas esportivas, inclusive desenvolvendo novas modalidades. Criou-se assim um esporte no seio da elite do maior império do planeta à época, a Inglaterra Vitoriana. Em 1863 nasceu a Football Association, oficializando as iniciais 14 regras que regiam o jogo.
O novo esporte irradiou-se dos meios burgueses para os espaços proletários. Rapidamente encantou as massas que se acumulavam nos centros urbanos industriais. Criado na ilha britânica, não tardou a se espalhar por onde os tentáculos do império se estendiam. Em pouco tempo passou a ser praticado amplamente na Europa continental e angariou grande popularidade nas Américas do Sul e Central. O futebol integrou o quadro dos esportes disputados nas Olimpíadas na edição de Paris em 1900, sem grande atenção do público nem dos organizadores. Esta situação se estendeu até os Jogos de 1912 em Estocolmo, quando a Grande Guerra interrompeu a aequência das competições esportivas. Ao fim dos conflitos armados, o esporte emergiu como um campo de batalha simbólico, um terreno de duelo e medição de forças entre as potências. Atletas eram alçados ao posto de ídolos nacionais, representando a força e o vigor dos países, e o furor patriótico ganhava intensidade sob a cobertura de uma imprensa mais dinâmica.
ESPETÁCULO FUTEBOL
A FIFA foi criada em 1904, na França, e comandada por Jules Rimet, em 1930, promoveu a primeira Copa do Mundo de futebol no Uruguai. Era um período de tensão política, de rivalidades nacionais, mas também de dinamização dos meios de comunicação e do surgimento de novas tecnologias, propiciando ao futebol uma estreia midiática com a cobertura através do rádio. Em 1954 a televisão faz sua estreia na Copa da Suíça e em 1970 a primeira transmissão a cores consagrava a seleção brasileira Tricampeã do mundo. As edições se sucediam, forjando emoções e histórias. Criou-se uma atmosfera eufórica e o campo de jogo um ambiente imaculado, capaz de sagrar heróis e aviltar vilões. Por vezes, as vitórias serviram a interesses escusos, promovendo regimes políticos ditatoriais, como no Brasil em 1970 e na Argentina em 1978.
As Copas do Mundo entalharam marcas indeléveis em pessoas por todo o planeta, constituindo parte da memória afetiva e coletiva, muitas vezes servindo como referencial no tempo e na vida. Sucessos e dramas, gestos e condutas do reality show dos gramados se eternizaram, como o pioneirismo do capitão Bellini ao alçar pela primeira vez um troféu de campeão, gesto imortalizado e reproduzido por campeões de todos os esportes.
Após diversas edições, o evento se tornou um espetáculo midiático sem precedentes. A FIFA se consolidou como uma instituição supranacional muito poderosa, cujo comando é exercido por membros não eleitos pelo torcedor que vai aos estádios. Esses homens, que talvez nunca tenham assistido a um jogo no meio da torcida, regem o futebol mundial, estabelecem padrões que ultrajam a história e a tradição de estádios e da cultura dos torcedores.
* Carlos Augusto é historiador, professor de História e mestre em História do Futebol pela Université Franche-Comté de Besançon, França.

Tags: ,

Comments are closed.