Mercado de Saúde

Canadá como um centro para os profissionais de saúde estrangeiros.

Por Luiz Moreira

De acordo com o governo de New Brunswick, em 2006, o número de profissionais de saúde no país chegou a 1 milhão, respondendo por 6% de toda a mão de obra canadense. Muitos imigraram para o país atraídos pela qualidade de vida, novas oportunidades e em busca de um maior reconhecimento. Na área odontológica, por exemplo, diversos profissionais contribuem para um sistema de saúde mais completo e eficiente. Esse é o caso de Dr. Renato Harari, Dr. Olavo Queiroz, Dra. Verônica Yoshiura e a higienista dental Denise Neves.

Investindo na Saúde

Para exercerem suas profissões no Canadá, muitos profissionais de saúde acabam tendo que validar seus diplomas, o que pode acabar sendo um empecilho. Esse foi o caso da dentista Verônica Yoshiura, que após se mudar para o Canadá em 1991, teve que prestar exames do National Dental Examining Board. Alguns anos depois, começou a atender pacientes em uma clínica na Little Italy, em Toronto. Uma barreira que, de acordo com Verônica, pode ser derrubada:

“Como todo início de carreira, a dificuldade é você fazer com que as pessoas confiem no seu trabalho, nas suas habilidades e capacidades, principalmente se você é um profissional formado fora do Canadá. Com o tempo e com muita dedicação, esta dificuldade é vencida.”

A terapeuta holística Guiomar Campbell também encontrou desafios e barreiras, sendo o choque cultural uma delas. Mas isso não a impediu de se dedicar ao máximo em sua profissão, e após diversos cursos e especializações, ela realizou uma grande conquista ao abrir a primeira clínica brasileira de medicina alternativa em Toronto.Aqui no Canada, temos muitas oportunidades para aprimorar os nossos conhecimentos e temos acesso a programas avançados em várias áreas de saúde e educação. Tive oportunidade de estudar com os melhores especialistas”, explica Guiomar.

Também com o objetivo de contribuir para o bem-estar e a saúde do público em geral, Melissa Pancini se formou em Nutrição Holística após ter decidido que gostaria de criar os filhos de uma maneira mais saudável. Ao perceber que poderia beneficiar também outras pessoas, começou a realizar consultas. Hoje ela tem um consultório e pretende continuar estudando, além de ter planos para realizar mais palestras. “Eu me orgulho em melhorar a qualidade de vida das pessoas. Nós somos o que nós comemos, e quando mudamos nossos hábitos alimentares, tudo muda nas nossas vidas”, conta Melissa.

Auxílio ao Profissional

Para imigrantes e profissionais da área de saúde, os chamados Bridging Programs prestam auxílio durante a transição para o mercado de trabalho. Esses programas de treinamento avaliam as habilidades e competências do trabalhador e verificam com o possível empregador a possibilidade de trabalho em relação a suas expectativas.

Parte desses programas para integrar trabalhadores imigrantes, o Internationally Educated Health Professionals Initiative (IEHPI) foi criado em 2005/06 pelo governo canadense, com o intuito de aumentar o número de profissionais da saúde no mercado de trabalho, incluindo médicos, enfermeiras, fisioterapeutas, farmacêuticos e terapeutas ocupacionais.

Com todo esse investimento, o mercado de saúde avança rapidamente. Profissionais à frente de pequenos e médios negócios, que crescem ao fornecer soluções inovadoras, contribuem diretamente para esta mudança. Com suas qualificações e espíritos empreendedores, a população canadense só tem a ganhar.

Tags: , , , , , , , ,

Comments are closed.