Cinema e Diversidade se esbarram em Toronto

De sexta a domingo, 26 a 28 de outubro, o Carlton Cinema de Toronto recebe o festival Pink Latino Diversity, focado na cinematografia latino-americana dedicada a diversidade urbana, de raça e gênero. 

Por DarioPR

Angela Carrizosa e Angelica Sanchez em cena de Karen Chora no Ônibus

São 22 filmes, entre curtas, médias e longas-metragens, documentários ou ficções, que trazem diferentes olhares para temas como: tédio e sexualidade na terceira idade, descoberta da paixão e do desejo na adolescência, romance e aceitação entre homens e travestis, lésbicas de idades diferentes, gays com interesses diferentes, indígenas com hábitos diferentes etc.

Dos 22 filmes, 13 vem do Brasil (São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Bahia, Paraíba e Distrito Federal) e 9 são produções da Argentina, Chile, Colômbia, e México. Como não dá pra falar de todos, destaco aqui os longas da abertura – Karen Chora no Ônibus – do encerramento – Equação de Amor – e o documentário brasileiro Olhe Pra Mim de Novo.

Karen chora no ônibus (Karen Llora en un Bus) é um longa colombiano de 2011, dirigido por Gabriel Rojas Vera.

Depois de viver dez anos em uma “gaiola de ouro” e ter se dedicado por completo a seu marido, Karen se dá conta do que deixou pra trás. Farta de tudo, decide abandonar o esposo e partir. Com suas economias aluga um quarto no centro de Bogotá e sai atrás de emprego. Mas sua idade e falta de experiência tornam a tarefa impossível. Sem amigos, ela se vê pela primeira vez confrontada com a sua própria solidão. Logo terá que decidir entre voltar a sua antiga estabilidade, arriscando a liberdade recém adquirida, ou enfrentar por si mesma uma nova realidade em sua vida.

Em 2011 o filme rodou com sucesso os principais festivais de cinema do mundo. Foi indicado a melhor filme em Cartagena, e ganhou melhor filme no Festival Iberoamericano de Huelva. Segundo seu diretor, o filme é uma espécie de “segunda parte de Casa de Bonecas”, referindo-se ao clássico do dramaturgo norueguês Henrik Ibsen. Karen Chora no Ônibus é um filme excepcional e deve ser visto por todos os amantes da sétima arte.

Olhe pra Mim de Novo (Look at me Again), documentário brasileiro de 2011, é um road movie pelo sertão do Nordeste Brasileiro. Sillvyo Luccio – o personagem principal – é formado em letras e funcionário público no Ceará. Ele nasceu “num corpo de mulher”, como se define, mas assumiu há alguns anos o gênero oposto com o uso de jeitos e trejeitos masculinos e a perspectiva de uma prótese peniana.

No filme ele atravessa os estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco em busca de um médico que faça sua operação de readequação sexual. Ao longo do trajeto Sillvyo vai revelando sua personalidade, tanto em depoimentos quanto no contato com outros personagens. Em linguajar popular, ele incorpora a figura piadista do “macho escroto”, e faz certas colocações que tem gerado incômodo em alguns espectadores brasileiros. Ano passado o filme provocou interesse e controvérsia em vários festivais importantes no Brasil, entre eles Gramado, São Paulo e Rio, onde ganhou um prêmio especial do júri na categoria documentário. Machismos à parte, merece ser conferido.

Equação de Amor (Love Equation) é o primeiro longa do ator/diretor argentino Miguel Mas, radicado em Los Angeles.  O filme inicialmente era um curta de 2004 chamado 2+2=5=1. Quatro anos depois seu autor resolveu transformá-lo no longa, que tem música original de Emilio Kauderer (de O Segredo de seus Olhos), e conta no elenco com o mexicano Luis Arrieta, a porto-riquenha Tanya Soler e o colombiano Cesar Giraldo, todos radicados em Los Angeles. Apesar de já ter ganho o prêmio do mérito no The Indie Fest, o filme, pronto desde 2009, não conseguiu entrar em circuito comercial por falta de distribuidor. Não vi, mas confesso que fiquei curioso.

Confira abaixo a programação completa do Pink Latino.

26 de outubro – Sexta

17h00 – I Fórum Pink Latino Diversity
Tema: os Festivais como espaço para a discussão de assuntos contemporâneos
Palestrantes: Marco Velasquez – advogado, Jaime Escallon-Buraglia – cineasta, Antonella Estevez – jornalista

19h30 – Sessão de Abertura
Eskwe significa Colibri (E´Çkwe quiere decir Colibri)
Colombia / Ficção / 17’/ 2011
Direção: Mónica María Mondragón
Uma índia chamada E’çkwe e sua mãe vivem no Hawai Show 2000, um bordel bem popular. A menina percebe o universo do bordel e seus habitantes: os meninos, as mulheres que trabalham, os clientes… Personagens e situações desconhecidas a levarão a um confronto final.

Karen chora no ônibus (Karen llora en un bus)
Colombia / Ficção / 98’/ 2011
Direção: Gabriel Rojas Vera
Elenco: Ángela Carrizosa, María Angélica Sánchez, Juan Manuel Díaz, Édgar Alexen
Karen deixou seu bem sucedido marido Mário, depois de 10 anos de casamento. Ela precisa recomeçar para saber quem ela é e quem ela poderia ser, apesar do seu marido dizer que ela não serve para nada. Karen perambula por Bogotá sem trabalho, amigos e dinheiro. As coisas começam a melhorar quando ela encontra Patrícia, uma cabeleireira por quem ela se apaixona e que a ajuda a dar os primeiros passos em direção à independência financeira e ao autoconhecimento.

27 de outubro – Sábado

18h00

Máscara Negra
Brasil/ Ficção / 15 ´/ 2011
Direção: Rene Brasil
Durante o Carnaval, Gregório fica apaixonado por Luisetti, um travesti mascarado. Juntos, passam uma noite de amor intenso e Luisette, um grande jogador de futebol, o cativa com seu amor sincero.

Embera
Colombia / Documentário / 90´
Ocultos no imenso labirinto de águas que nutrem a selva mais fechada do planeta, sobrevive uma das nações originárias da América. Forçados a se refugiar cada vez mais no meio da mata, eles resistem à expansão planetária da cultura européia.

Embera é uma expedição cinematográfica a um dos lugares mais impenetráveis da Colômbia. O retrato audiovisual de uma cultura em extinção.

20h00

Assunto de Família
Brasil / Ficção / 13 ´/ 2011
Direção: Caru Alves de Souza
Domingo. Dia de clássico no Brasileirão. Os Rossi se organizam em torno da tv. A mãe olha através da janela enquanto o pai e o filho mais velho assistem ao jogo. O mais novo tenta achar seu lugar na casa.

A Flor da Pele (A Flor De Piel)
México / Documentário / 10 ‘/ 2011
Direção: Christian Jiménez Nájera
“Jesse” é uma drag queen de 38 anos, cuja vida gira em torno de seu show. Jesus Mendez é o homem sob a maquiagem. Sua história é uma jornada de bravura e descobertas.

Olhe Para Mim de Novo
Brasil / Ficção / 77 ´ / 2011 
Direção: Kiko Goifman e Cláudia Pricilla
O transexual Silvyo Luccio sai em busca de uma solução para o desejo de que ele e sua esposa possam ter um filho legítimo dos dois. Durante essa trajetória em cidades do sertão nordestino, a sua história e a de outros com quem cruza no caminho são contadas, revelando um pouco da vida daqueles que estão à margem da sociedade.

22h00

Irmã
Brasil / Ficção / 9 ´ / 2012 
Direção: Eduardo Jansen
O curto documentário Sister apresenta uma visão pessoal em torno do tema trans: Eduardo, um jovem estudante brasileiro, gay, muda-se para o Canadá na esperança de trazer em seguida para viver em Toronto seu irmão mais jovem, também gay. Em sua trajetória para ajudar seu irmão mais novo, Eduardo depara-se com um detalhe inesperado, surpresa da vida, e tem que rever seus conceitos, educar-se e buscar apoio para atingir seu objetivo. Trata-se de uma historia surpreendente cujo fio da meada repousa em dois temas universais: aceitação e amor.

Três vezes por semana
Brasil/ Ficção / 15 ´/ 2011
Direção: Cris Reque
Sílvia é uma senhora solitária que acumulou frustrações e mágoas durante a vida. A hidroginástica é sua única diversão. A mesmice do cotidiano parece eterna, até que ela se transforma.

Ludmilo my baby
Brasil / Ficção / 14 ´/ 2010
Direção: Luiz Fernando Borges
Um aspirante aos palcos do teatro trabalha como enfermeiro. Furta psicotrópicos para bancar sua carreira e seu namorado. Sua mãe chuta o pau da barraca durante uma feijoada e as consequências afetarão a todos.

Joelma
Brasil / Ficção / 20 ´/ 2011
Direção: Edson Bastos
Transexual de muda para Salvador onde conhece o mendigo que logo se torna seu companheiro. Ela faz a cirurgia de redesignação sexual e ao voltar para sua terra vê seus sonhos serem destruídos.

Jibóia
Brasil/ Ficção / 18´
Consumida pelo desejo, Aurora, uma cabeleireira da Rua Augusta, aceita fingir ser a mãe de Greicekelly, sua amante adolescente, durante uma consulta médica.

Seres Ocultos de Santa Maria
Colombia / 31´
Direção: Jhonny Mauricio Vargas Bello e Felipe Armando Pinzón Barbosa
Entre a Cordilheira dos Andes e a planície Oriental na Colômbia, se encontra Santa Maria, onde os eventos geológicos criaram uma área com dois dos ecossistemas mais diversos do mundo: florestas tropicais e os bosques andinos, santuários de água, onde a vida flui e abriga inumeráveis espécies.

Esta é a história de um lugar onde a vida é uma luta diária, uma adaptação constante ao meio ambiente, cheio de histórias incríveis onde os organismos são protagonistas. A natureza é revelada lentamente através do documentário. Insetos que se assemelham a plantas, aves que criam amizades perigosas com vespas, e aranhas com surpreendentes táticas de caça são apenas uma amostra desta diversidade. Santa Maria é um oásis que protege a diversidade de seus moradores, enquanto o mundo ameaça a sobrevivência desses seres.

28 de outubro – Domingo

16h00

Abismo
Brasil/ Ficção / 20´/ 2011
Direção: Aleques Eiterer
“E contudo, se fecho os olhos, e mergulho, dentro em mim, vejo à luz de outro sol, outro abismo.”

A arte de andar pelas Ruas de Brasília
Brasil / Ficção / 17 ´/ 2011
Direção: Rafaela Camelo
Duas garotas se encontram na cidade. A poesia está pelas ruas de Brasília e, principalmente, no olhar das duas meninas.

Na Sua Companhia
Brasil / Ficção / 20 ´/ 2011
Direção: Marcelo Caetano
A noite e a solidão estão cheias do diabo. Mas aí vem o dia e a vida agridoce.

Lamúria
Brasil/ Ficção / 14 ´/ 2011
Direção: Nathan Cirino
Bruno recebe a tarefa de compor um poema em uma de suas aulas de literatura. A construção de seus versos perpassa uma jornada de autoconhecimento, em uma tentativa de conseguir declarar ao seu professor tudo o que sente por ele.

 

O Reencontro (El Reencuentro)
Chile / Ficção / 17’ / 2012
Cristóbal voltou ao Chile acompanhado por Sebastian, seu amante, e foi se encontrar com sua mãe. Depois de seis anos morando em Madrid, ele resolveu voltar ao país um ano após a morte de sua irmã caçula. Na sua chegada à velha fazenda foi recebido por Elena, que revelou a dura realidade: Sandra foi morta devido a uma demoníaca possessão. Incrédulos, eles resolveram ficar na fazenda por alguns dias, começando um terrível pesadelo, tendo visões e os mesmos sintomas que acabaram com a vida da garota.  Este curta foi um dos grandes ganhadores do Diva Film Fest 2012.

Ivan
Brasil / Ficção / 16 ´/ 2011
Direção: Fernando Rick
Ator de teatro se vira entregando panfletos. Seu cotidiano é cercado por tristeza e miséria, mas um dia ele tem uma visão que mudará sua vida e a das pessoas a seu redor.

 

18h00

UpTo3´ Brazilian Short Animation & New Media Exhibition of Toronto
Documentários produzidos pelos alunos do Workshop de Documentários do BRAFFTV (90´)

19h30 – Sessão de Encerramento

A Luz da Manhã (La luz de la Mañana)
Chile/ Ficção / 3´
Direção: Catalina Woken
O amor em uma sociedade tradicional. A luz da manhã ilumina seu rosto, seu amor se levantou. O que busca com seu olhar? A luz lhe devolve a realidade. Ela está sozinha com seus pensamentos. O que o canto dos pássaros vai lhe trazer esta manhã? O casamento homossexual no Chile é um sonho que um dia será realidade.
Equação de Amor (Ecuación de Amor)
Argentina-EUA / Ficção / 111’ / 2009
Direção: Miguel Mas
Equação de Amor aborda as relações vividas por quatro amigos, gays e heteros, após a morte de Viviana. O conflito entre os quatro coloca a amizade em cheque, provando que os sentimentos são fundamentais para os que amam.

Tags: , , , , ,

Comments are closed.