Carnaval

Verão, folia e muita azaração.

Photo: flickr.com/photos/cronai

O Brasil é o país do samba e há quem diga que brasileiro já nasce com o gingado no pé! A sensualidade e a criatividade do carnaval brasileiro são espetaculares e por isso é considerado um dos melhores carnavais do mundo.

O primeiro carnaval no Brasil surgiu em 1641 e hoje é uma das manifestações mais populares do país e festejado em todo o território nacional. A palavra carnaval pode ter a sua origem na expressão latina “carrum novalis”, utilizada pelos romanos para abrirem seus festejos. Ou talvez na palavra “carnelevale”, que significa “adeus à carne”, em dialeto milanês, uma referência ao início da Quaresma cristã.

Todos os anos, o festival ocorre nos dias que antecedem o início da Quaresma, nos quatro dias anteriores às Cinzas — sábado, domingo, segunda e terça-feira gorda. Hoje em dia, tanto em Recife (Pernambuco), quanto em Salvador (Bahia), o carnaval inclui a quarta-feira de cinzas e dias subseqüentes, chegando, por vezes, a incluir o sábado de Aleluia.

Rio de Janeiro

Samba, cores vivas, fantasias esplêndidas e mulheres bonitas são os principais ingredientes do carnaval na cidade do Rio de Janeiro. Diversas escolas de samba se apresentam no Sambódromo da Marquês do Sapucaí, com capacidade para 600 mil pessoas.

A disputa pelo título de campeã do Carnaval é extremamente acirrada! Portela, Salgueiro, Mangueira, Império Serrano, Beija-Flor e Imperatriz Leopoldinense estão entre as escolas mais tradicionais da cidade.

São Paulo

O carnaval paulistano se inspira no carnaval carioca. O desfile das escolas de samba paulistanas ocorre no Sambódromo do Anhembi, com capacidade para cerca de 30 mil pessoas.

Nenê de Vila Matilde, Vai-Vai, Império de Casa Verde, Mocidade Alegre e Rosas de Ouro são as mais tradicionais escolas de samba. Em São Paulo, também participam dos desfiles as escolas de samba desportivas, Gaviões da Fiel e Mancha Verde estão entre as mais famosas.

Bahia

Sensual, lúdico, forte e espiritual, o carnaval de Salvador é a maior festa urbana do Brasil. Famoso por seus trios-elétricos, caminhões equipados com auto-falantes gigantescos e palco onde artistas se apresentam em vários ritmos, incluindo samba, samba-reggae, axé e outros. Mais de 2 milhões e meio de foliões seguem esses trios-elétricos, cantando e dançando durante 5 dias de festa.

Entre os mais tradicionais trios-elétricos de Salvador estão o de Dodô e Osmar, Tapajós, Marajós, Tupinambás, Saborosa e Novos Baianos. Também há os mini-trios, que saem ligados a blocos e cordões. Destacam-se os dos blocos Eva, Trás os Montes, Cheiro de Amor Camaleão e Pinel. Todos esses trios fazem o carnaval da cidade, circulando e puxando a multidão. Mas o carnaval da Bahia é ainda mais rico pela força de outras manifestações culturais, com os blocos afro llê Aiyê, Araketu, entre outros.

Pernambuco

As cidades de Recife e Olinda apresentam carnavais incomparáveis a qualquer outro lugar do mundo. O festival tem duração de 5 dias e os principais ritmos são o Frevo, a Ciranda e o Maracatu. O carnaval de Olinda exibe dezenas de bonecos gigantes, sendo o mais conhecido deles o Homem da Meia-Noite. Entre os blocos mais tradicionais estão o Pitombeira dos Quatro Cantos e Elefante de Olinda. A grande concentração destes blocos ocorre na frente da Prefeitura Municipal, onde pode-se encontrar o maior número de foliões por metro quadrado!

No Recife, o carnaval tem sua abertura com a saída do maior bloco carnavalesco do mundo, o Galo da Madrugada. Diversos shows são realizados em palcos espalhados por todos os bairros do Recife, onde acontece simultaneamente a realização do RECBEAT, o carnaval da juventude alternativa recifense.

Minas Gerais

Com estilo próprio, o carnaval mineiro abrange desde os blocos caricatos, que animam as cidades do interior, até o carnaval de rua, que se destaca nas cidades históricas mineiras. Diamantina, por exemplo, é um ótimo lugar para quem gosta de folia e agitação. Em Mariana, o Carnaval é movido à tradição e animação, com marchinhas e grupos folclóricos da cidade.

Em Ouro Preto, o carnaval se destaca pelos blocos organizados pelas repúblicas de estudantes da cidade. Atualmente, a festa conta com cerca de 30 blocos, com média de dois mil participantes cada. A Diretoria é o bloco mais tradicional, fundado por ouropretanos que empolgam a moçada e embalam coreografias jamais vistas.

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments are closed.