O poderoso segredo da Amazônia

Açaí vende saúde para o Canadá.

Por Dora Souza

O açaí é hábito no Pará, mania entre esportistas do sudeste e agora vem, aos poucos, prometendo saúde para o resto do mundo, inclusive aqui, no Canadá.

Pequeno, roxinho e delicado. Olhando para ele, ninguém imagina estar diante de um dos frutos mais poderosos que a natureza criou. O açaí da Amazônia tem dez vezes mais antioxidantes que a uva vermelha, três vezes mais que as blueberries e duas vezes mais que as famosas romãs. Além disso, estima-se que em cada 100 gramas de polpa de açaí existam 3,8 g de proteínas, 12,2 g de lipídios e 16,9 g de fibra. E, por 247 calorias, você ainda leva cálcio, ferro, fósforo e vitaminas B1, B2 e C no pacote. E tudo isso é só o começo, já que os cientistas ainda estão quebrando a cabeça para identificar todos os efeitos dos 75 compostos encontrados no açaí.

Fruto de uma palmeira nativa de várzeas da Amazônia, o açaí é parte da alimentação das populações do norte do Brasil há séculos. No Pará, aliás, o consumo do fruto é duas vezes maior do que o consumo de leite. Por lá, depois de colhido, a polpa do açaí é misturada com água para a produção de um caldo bem grosso consumido, tradicionalmente, com farinha de mandioca. Ou é bebido com açúcar, como um suco.

Fruto delicado

O açaí é extremamente perecível e frágil, e precisa ser consumido quase imediatamente após sua colheita. Por isso, ele só começou a ser exportado e consumido em outras partes do Brasil depois que alguns produtores passaram a congelar a polpa logo após sua extração. Isso aconteceu no final dos anos 1980, com os atletas e os praticantes de artes marciais logo popularizando o produto no sudeste no Brasil.

Como alimento altamente energético que é, o açaí passou, então, a ser consumido como complemento alimentar, com a polpa congelada entrando em vitaminas ou sendo servida com açúcar e cereais. Daí, sua fama se espalhou, e hoje é comum encontrar essa versão “moderna” de consumo do açaí em praticamente todo o país.

Há cerca de três anos, a polpa escura do fruto começou a chegar à América do Norte, inclusive o Canadá. (v. Box), e logo conseguiu um empurrãozinho e tanto: a apresentadora mais famosa da TV dos EUA, Oprah Winfrey, citou o açaí em sua página na Internet, definindo-o como o superalimento no. 1. De fato, com a recente descoberta do poder dos chamados “alimentos funcionais”, ficou claro que o açaí pode ser um poderoso elemento na busca por melhores condições físicas, maior bem-estar e qualidade de vida. É o nosso açaí está saindo direto de uma humilde palmeira à beira do rio, pequenino e despretensioso, para conquistar o mundo e, ao que parece, ajudar as pessoas a conquistar mais e mais saúde.

Video by AFP:

O açaí no Canadá

No Canadá, a polpa do açaí pode ser encontrada em lojas de produtos naturais, casas de alimentos gourmet e até em algumas academias. E, em 2006, a Acai Canada introduziu o suco em embalagem tetrapack de 250 ml no país. Com cada vez mais estudos indicando os fantásticos poderes do açaí, o suco pode ser uma forma rápida e fácil de se ter acesso a seus inúmeros benefícios. Além disso, os canadenses vão se sentir em casa, porque o açaí tem um sabor parecido com uma mistura de blueberries e chocolate. Mais um motivo para experimentar.

Tags:

Comments are closed.