Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses

Um paraíso no meio do deserto.

Por Nádia Nogueira

A beleza indiscutível das dunas dos Leçóis Maranhenses tiram o fôlego e enchem os olhos dos turistas que visitam esse paraíso no meio do deserto.

O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses foi construído em 1981, em uma área de 155 mil hectares, nas margens do Rio Preguiças, no nordeste do Estado do Maranhão, a cerca de 260 km da capital, São Luís.

O acesso pode ser realizado por via terrestre, através da BR 135; por via marítima, através do canal do Rio Preguiças, em Atins; ou por via fluvial, a partir de Barreirinhas, também através do Rio Preguiças.

Com dunas de até 40 metros de altura e lagoas de água doce, esse paraíso já foi palco de filmagens da película Casa de Areia (House of Sand), estrelado por Fernanda Montenegro e Fernanda Torres. O filme brasileiro, com direção de Andrucha Waddington, venceu três prêmios: Sundance Film Festival, Satellite Award e o Grande Prêmio Cinema Brasil. Além disso, foi selecionado por diversos festivais entre eles, o Toronto International Film Festival, em 2005.

A melhor época para visitar os Lençóis é entre os meses de maio e outubro, quando as lagoas do parque estão cheias. Na estação seca, de novembro a janeiro, as lagoas iniciam o processo de drenagem e diminuem o nível de água. Durante a época das chuvas, de fevereiro a abril, o nível retorna ao normal.

O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses oferece vários tipos de passeios, tanto pelas lagoas ou praias da região. O ideal é tirar um dia para visitar cada uma delas. A Lagoa Azul é considerada a mais bonita de todas! A cor azul turquesa da água tira o fôlego dos turistas. São duas horas de viagem de jipe – transporte comum por lá, para chegar até a lagoa. Uma boa pedida é fazer o passeio a tarde, para contemplar o pôr do sol, no meio do deserto brasileiro.

A Lagoa Bonita, que faz jus ao nome, fica na mesma direção da Lagoa Azul, porém para chegar até lá é preciso escalar um monte de areia de 40 metros – há cordas para auxiliar na subida. Apesar de parecer desafiador e cansativo, o passeio vale a pena! A paisagem do topo da duna é deslubrante! Além disso, agende uma viagem de barco para as praias Ponta do Mangue, Moitas, Vassouras, Morro do Boi e Barra do Tatu. Em muitas delas, é possível encontrar animais livres, como macacos-prego, que interagem com os visitantes.

A praia de Caburé é recomendada especialmente para os mais aventureiros, já que o local não possui energia elétrica e é movido a geradores que funcionam somente durante o dia. Quando a noite cai, os lampiões são acesos e os visitantes apreciam as estrelas no céu. A viagem de lancha de Barreirinhas a Caburé leva em torno de uma hora e meia.

O Farol Preguiças, mais conhecido como Farol do Mandacaru, foi erguido em 1940, no povoado de Mandacaru. O ponto turístico fica a uma hora de viagem pelo rio Preguiças. São 160 degraus que levam ao topo da torre, a 35 metros de altura. Lá em cima, a vista panorâmica do rio, o mar e os Lençóis são de tirar o fôlego.

O passeio pelo Rio Preguiças é feito em um pequeno barco de alumínio – chamado “voadeira”, que leva os turistas até a área de proteção ambiental dos pequenos Lençóis, passando por Vassouras, seguindo Mandacaru e, finalmente, na península que separa o rio Caburé, onde o rio Preguiças se encontra com o Oceano Atlântico.

Por último, aprecie a culinária típica maranhense! O prato mais famoso é o arroz de cuxá, preparado à base de vinagreira – uma verdura comum no Estado – gergelim, camarão seco e pimenta de cheiro. Peça-o acompanhado de um saboroso peixe frito…sua viagem vai ficar ainda mais inesquecível!

Link

Lençóis Maranhenses

Tags: , , ,

Comments are closed.