Vistos: o que todo brasileiro deve saber

Se você está vindo ao Canadá com um visto temporário, de visitante, estudante ou de trabalho, há uma série de informações importantes que você deve saber.

Por Marco Castro

Mas se estiver chegando com um visto permanente, as informações nesse artigo não se aplicam, mas talvez sejam úteis para um amigo, colega ou conhecido.

Fonte: flickr.com/photos/meddygarnet

Primeiramente, você precisa entender que o visto que lhe foi concedido, provavelmente pelo Consulado do Canadá em São Paulo, aquele que é colado na folha do seu passaporte, não lhe dá direito de entrar no Canadá. Você deve estar surpreso e se perguntando, “como é isso mesmo?” Sim, essa é a pura verdade! O visto simplesmente lhe dá o direito de pegar um meio de transporte e chegar até a fronteira do Canadá. O funcionário da fronteira é quem vai analisar e avaliar se você poderá entrar no país. Mas em 99.99 por cento dos casos, os funcionários fazem uma rápida avaliação e autorizam a entrada no país.

Mas e o 0.01 por cento? Se o funcionário da fronteira perceber que você não se enquadra como um visitante temporário, ele poderá negar sua entrada e lhe enviar de volta no primeiro avião. E como seria feita essa avaliação? Posso evidenciar algumas maneiras:

Você demonstra ter meios financeiros suficientes para se manter no Canadá, no período de sua estadia?

  • Você tem intenção de retornar para seu país de origem, no final da sua estadia no Canadá?
  • Você é uma ameaça para a segurança do Canadá?
  • Você é uma ameaça para a saúde pública do Canadá?
  • Você tem um tipo de visto, como por exemplo visitante, mas tem a intenção de fazer outras coisas no Canadá, como por exemplo, estudar ou trabalhar?
  • Você vem para o Canadá como visitante temporário, mas tem a intenção de morar sem tempo determinado no Canadá?
  • Além disso, várias outras avaliações subjetivas, que variam de acordo com o funcionário, podem ser analisadas.

Visto de Visitante

Com esse tipo de visto você não terá direito a estudar ou trabalhar no Canadá. Entretanto, se você vem para estudar por menos de seis meses, em cursos de ESL por exemplo, o Consulado do Canadá pode conceder um visto de visitante, com direito a estudar.

Se você tiver a intenção de mudar para um visto de estudo ou trabalho quando já estiver no Canadá, terá que sair do país para conseguir a concessão. Entretanto, se você quiser estender seu visto como visitante, o mesmo poderá ser feito dentro do Canadá.

Visto de Estudante

O visto de estudante é o que normalmente sugiro para meus clientes que cogitam uma possibilidade, mesmo que remota, de continuar estudando ou que pensam em trabalhar no Canadá. É um visto mais caro e normalmente o Consulado solicita uma explicação mais detalhada sobre o pedido. Mas vale a pena, especialmente se você for aberto à novas possibilidades que possam acontecer durante sua estadia no Canadá. Nesse caso, você poderá estender seu visto de estudante ou até mesmo trocar para visto de trabalho dentro do Canadá.

Lembre-se de receber do funcionário de imigração a sua permissão para estudar. Na verdade, esse é o documento que lhe dará o direito de estudar, ao contrário do visto que está em seu passaporte.

Visto de Trabalho

Se você estiver vindo para trabalhar, provavelmente já passou pelo processo que foi feito pelo seu empregador ou consultor de imigração. Normalmente essa permissão de trabalho não dá direito a estudar, portanto, se quiser estudar, terá que solicitar uma permissão de estudo, que nesse caso poderá também ser feito dentro do Canadá.

Tenha em mente que o funcionário da imigração irá avaliar, antes de lhe dar a permissão de estudo, se os seus estudos não prejudicarão seu trabalho. Há casos em que você vem para estudar e também tem direito a trabalhar por um determinado período de tempo, que quase sempre é igual ao tempo de estudo. Esse é um caso especial e aconselho procurar um profissional de imigração, caso queira estender a sua permissão de trabalho.

Quanto tempo posso ficar no Canadá?

Lembre-se que a data de expiração do seu visto não é necessariamente a mesma data que lhe permite ficar no Canadá. A data de expiração do visto é a data que você tem para entrar no país. A data que mostra até quando você pode permanecer no Canadá, é dada pelo carimbo do funcionário na página do seu passaporte. Se ele colocar uma data abaixo do carimbo, essa é a data que você terá que sair do Canadá, ou renovar seu visto se quiser ficar por mais tempo. Se o funcionário não colocar nenhuma data, o que confunde muito o visitante, isso significa que você terá que sair do Canadá dentro de seis meses a partir da data de entrada, ou se você tiver uma permissão para estudar ou trabalhar, na data de expiração dessa permissão.

Marco Castro é Consultor Certificado de Imigração e Notário Público em Vancouver, BC. Ele pode ser contatado através do email marco@provisa.ca ou através do site provisa.ca

 

Tags: , , , , , ,

Comments are closed.