O que muda na imigração canadense

As novidades no sistema de imigração do Canadá continuam.

Por Marco Castro

De uns tempos para cá, essas mudanças ficaram mais frequentes.

Depois da mudança no sistema do Federal Skilled Worker (Trabalhador Qualificado pelo Programa Federal), agora foi a vez do Provincial Nominee Program (Programa de Nomeação pela Província) e do programa de Parents and Grandparents Sponsorship (Reunião Familiar dos Pais e Avós). Em contrapartida, o Entry Level and Semi-Skilled Program (Programa de Trabalhador Iniciante e Semi-Qualificado) da província da Columbia Britânica, que era um projeto piloto, virou permanente devido ao sucesso obtido na sua implementação.

Federal Skilled Worker

Desde a última mudança, há somente três opções para se imigrar como Trabalhador Qualificado: ou se tem uma oferta de trabalho (reconhecida pelo Recursos Humanos do Canadá), ou se tem pelo menos um ano de experiência numa das 29 ocupações elegíveis, ou então como estudante internacional de um programa de doutorado.

Provincial Nominee Program

Anteriormente, no Provincial Nominee Program, após obter a nomeação pela província, praticamente já se tinha um passe livre para a imigração. Agora, mesmo depois de ser nomeado pela província, o candidato tem que enviar previamente os documentos para o CIO – Centralized Intake Office em Sydney, Nova Scotia – o mesmo que já faz a triagem dos processos do Federal Skilled Worker – com uma gama de documentos que não eram requeridos anteriormente.

Com a exceção da contagem de pontos, o Provincial Nominee Program está se assemelhando agora ao Federal Skilled Worker Program, onde a experiência profissional e o nível de educação serão avaliados. Essa mudança aconteceu a partir de 1 de dezembro de 2011.

Parents and Grandparents Sponsorship Program

O Programa de Sponsorship dos pais e avós está suspenso por até dois anos enquanto o governo do Canadá, segundo o Ministro de Imigração, consulta os canadenses como redesenhar o programa de maneira que não haja fila de espera muito longa. Atualmente mais de 165 mil processos de pais e avós estão esperando por uma decisão final do governo. A proposta do governo é aumentar a quantidade de processos finalizados a cada ano.

Atualmente, apenas cerca de 15.500 aplicações são processadas por ano, enquanto as aplicações recebidas (até 5 de novembro passado, quando entrou em vigor essa nova medida) eram em torno de 38.000 por ano. Com isso, a tendência era sempre aumentar a fila de espera. Com essa nova resolução, o governo pretende, já para 2012, aumentar os processos finalizados para 25.000, o que dá um aumento de 60% dos processos prontos com relação a 2011.

Super Visa

Para mitigar essa medida, o governo canadense criou o Super Visa para os pais e avós, no qual eles podem ficar no Canadá por um período de até 2 anos sem precisar renovar o visto. Anteriormente, eles tinham que renovar a cada seis meses. Entretanto, como dizemos que não existe almoço gratuito, os candidatos ao Super Visa terão que obter um sistema de saúde privado pelo tempo que passar no Canadá. Antes esse requisito não era solicitado. A proposta é de que esse Super Visa seja conseguido em até 8 semanas.

Entry Level and Semi-Skilled Program

(British Columbia)

Esse é um programa para quem trabalha nas áreas de turismo e hospitalidade, motoristas de caminhões e funcionários que lidam com o processo de alimentos. Nesse programa, após aguardar um período de nove meses, o trabalhador tem direito a aplicar para Residência Permanente. É um programa muito bem desenhado, assim como o de babás, no qual todos saem ganhando, trabalhadores e empregadores.

Marco Castro é Consultor Certificado de Imigração e Notário Público com escritório em Vancouver, BC, e pode ser contactado através do e-mail marco@provisa.ca ou www.provisa.ca

 

Tags: , , , , , , , , , , ,

Comments are closed.