Infecção urinária

Quando o desconforto aparece…

Por Dra. Ivana Novaes

Você está feliz da vida e, de repente, sente vontade de ir ao banheiro. Sai de lá, porém, se sentindo miserável, com sensação de que urinou fogo. Alguns minutos depois, já está com uma vontade urgente de fazer xixi novamente. Volta ao banheiro e só consegue urinar um pouquinho. Esses são os sintomas mais comuns de uma infecção do trato urinário (ITU). E nesse caso, você ficará nesse sofrimento, até começar o tratamento.

Dor nos rins.

Essa é a famosa cistite, forma muito comum de ITU, principalmente em mulheres e nas adolescentes do sexo feminino. Ela acomete a bexiga urinária, e a inflamação da mesma provoca esses desagradáveis sintomas. O início da atividade sexual nas adolescentes pode ser acompanhado por episódios de ITU. Crianças também podem apresentar cistite, principalmente as meninas. A presença de dor ao urinar, porém, nem sempre corresponde a uma ITU, podendo ser determinada somente por uma inflamação da região genital, em ambos o sexos.

A urina é formada no rim, órgão localizado no abdome, um de cada lado. É conduzida pelos ureteres até a bexiga, que a armazena, e tem seu trajeto final pela uretra. A ITU é ocasionada por microorganismos, principalmente bactérias, nesse trato urinário.

O maior problema relativo a essa infecção, contudo, é a pielonefrite aguda, que é a infecção do rim. Nesse caso, pode haver febre alta, vômitos, calafrios, dor abdominal, dor lombar. Nas crianças muito pequenas, dificuldade para amamentar , para ganhar peso e até convulsões. E é nessa faixa etária, a dos bebês, que a pielonefrite é mais preocupante. Pode deixar cicatrizes nesse rim em crescimento, hipertensão arterial futura, perda progressiva da função desse órgão vital. Ela tem sido descrita como uma das doenças bacterianas de maior risco na infância. Assim, as crianças com ITU devem ser bem acompanhadas por seus médicos, tanto durante a infecção quanto após o término do tratamento. Isso para determinar fatores associados, tais como cálculos renais ou alterações congênitas.

Os sintomas característicos e/ou a história anterior de ITU, direcionam para o diagnóstico da doença. O exame de uma amostra de urina colhida com higiene adequada vai sugerir o problema. A confirmação se fará pela cultura dessa urina. Um antibiótico será prescrito para tratá-la. Algumas vezes será necessária a internação hospitalar, principalmente para os recém-nascidos.

A ITU pode ser prevenida de várias formas, dependendo de sua causa. No entanto, é sempre bom lembrar que um bom fluxo urinário é muito importante para sua prevenção. Para isso, a ingestão de líquidos em boa quantidade é fundamental. É preciso ir ao banheiro para urinar, com certa regularidade, durante o dia. Antes que a cistite venha lembrá-lo disso.

Dr. Ivana Novaes é pediatra de Brasília, atualmente residindo em Toronto e atuando no setor de nefrologia do Sick Kids Hospital.

 

Tags: , , , , ,

Comments are closed.