O festa do cinema brasileiro

Maior do que nunca, o BRAFFTv leva a Toronto 60 filmes brasileiros para exibir em 4 dias.

A 5ª edição do Brazilian Film & TV Festival of Toronto acontece entre 29 de setembro e 02 de outubro. A abertura será no TIFF Bell Lightbox, e os outros filmes serão exibidos no Carlton Cinema.

Atrações

A co-produção Brasil/Dinamarca Rosa Morena abre a maratona de filmes brasileiros no circuito canadense, dia 29 de setembro, no mais badalado cinema de Toronto, o TIFF Bell Light Box. Na estréia da 5ª edição, o diretor de produção de Rosa Morena, Ivan Teixeira, cuja trajetória inclui o premiado Ensaio sobre a Cegueira (Blindness) responderá às perguntas do público.

http://youtu.be/bdHJL-bhlxM

O evento também terá a presença da delegação de cineastas e produtores brasileiros, além de autoridades e imprensa. Para a organização do Festival, Puente (Brasil) e Southern Mirrors (Canadá), a credibilidade adquirida em cinco anos de Festival é o item impulsionador da entrega ao público de um festival com 60 excelentes filmes nacionais. Ao mesmo tempo, Bárbara de la Fuente garante que “o compromisso de divulgar a cultura brasileira no Canadá não tem mais volta”.

Prêmio Golden Maple

Boca do Lixo

Já entre 30 de setembro e 02 de outubro, os 28 filmes que participam da Mostra Competitiva disputam o troféu Golden Maple, de autoria do designer Nilson J. dos Santos. Dentre eles, estão os longas:

Amor?
Direção: João Jardim

O inédito Boca do Lixo, de Flavio Frederico.

http://youtu.be/CqwyRJZxxWI

Luz nas Trevas– A volta do Bandido da Luz Vermelha.
Direção: Helena Ignez e Icaro Martins.

Circular
Direção: Adriano Esturilho, Aly Muritiba, Bruno de Oliveira, Diego Florentino e Fábio Allon.

Vivendo Um Outro Olhar
Documentário de Guillermo Planel.

Em entrevista com Cristiana Moretzsohn, editora-chefe da Wave Magazine, o diretor falou sobre seu documentário: “Vivendo Um Outro Olhar é o terceiro projeto que faço com temática a respeito de fotojornalismo, ética, jornalismo, cidadania, direitos humanos e temas afins. O filme foi recentemente premiado em Cuba, no XII Festival Internacional de Documentários Santiago Álvarez in memoriam e na Argentina no XIII DERHUMALC – Festival Internacional Cine de Derechos Humanos. Até o momento o filme esteve em 13 festivais na Bolívia, Espanha, Argentina, Brasil, Cuba e Uruguai, sendo premiado nesses dois primeiros.”

Curtas

3x4

Curtas premiados no Festival de Paulínia 2011 fazem parte da seleção BRAFFTv, como:

Café Turco, de Thiago Luciano , eleito o melhor de júri popular.

3X4, de Caue Nunes, eleito melhor roteiro de curta regional.

Entre os curtas, também estarão no BRAFFTv:

Os Magníficos, de Bernard Attal.

Laura, de Thiago Valente.

Ela Veio Me Ver, direção de Geraldo Espíndola e Maria Eugênia Pacheco.

Mostra de Filmes Convidados

Vip's

Na mostra de filmes convidados, as organizadora Cecília Queiroz (Brasil) e Barbara de la Fuente (Canadá) levam às telas os longas:

Bellini e o Demônio, com Fábio Assunção.

VIP’s com Wagner Moura.

As Melhores Coisas do Mundo – o grande vencedor do Festival de Recife com 8 prêmios.

E ainda, o documentário Somos Todos Iguais, selecionado para a 34ª Mostra de Cinema Internacional de São Paulo.

UpTo3

Ainda como parte da programação, o festival UpTo3’ traz 18 filmes de animação e novas mídias com até 3 minutos de duração para internet, celular, elevador e games.

Mostra Brazuca

Inédito na programação do BRAFFTv, a Mostra Brazuca abre oportunidade para cineastas brasileiros que moram no exterior e o público paga quanto quiser para assistir a estes filmes.

Nessa primeira edição, Angelito – Paula Lima (EUA), O Caminho para Dago – Filipe Masetti Leite (Canadá), Brasileiros Como Eu – Susana Rossberg (Bélgica).

Workshop

A capacitação também faz parte das comemorações do BRAFFTv, que vai realizar na sexta, 30 de setembro, das 14h30 às 17h30, na Hart House (7 Hart House Circle – University of Toronto), a Oficina Mobile Intercultural, patrocinada pelo grupo BRAZUCA e voltada para pessoas interessadas em entender a interculturalidade das mídias e das artes através de filmes digitais.

Cada participante será convidado a criar um filme usando uma mídia móvel (celular, câmera fotográfica ou webcam), no qual explore técnicas audiovisuais do cinema intercultural, investigue um tópico intercultural ou narre uma experiência de interculturalismo. O workshop será ministrado pelo pesquisador, professor e Doutor em Cinema, Hudson Moura.

Para mais informaçoes, filmes, horários, etc, visite a página oficial do BRAFFTv.

Tags: ,

Comments are closed.